Remarketing

10 Tendências de Marketing de Redes Sociais para 2021​

10 tendências, plataforma por plataforma, sobre o que está para chegar no mundo do marketing digital e das redes sociais!

baixar

Todos sabemos que 2020 tem sido difícil. Aprendemos a trabalhar a partir de casa e a encontrar novas formas de entretenimento para nos mantermos ocupados saindo o mínimo possível.

2020 é um ano que muitos preferiam esquecer e, no meio de tudo isto, as principais redes sociais também evoluíram rapidamente e mudaram o foco para atender à crescente necessidade dos utilizadores durante a pandemia.

Muitas empresas mudaram os seus planos a nível de estratégia de marketing, começaram a utilizar novas ferramentas e novas opções online para se destacarem. Sabemos que 2021 vai iniciar seguindo o mesmo padrão de 2020, no entanto, confiantes que melhore ao longo do ano!

A utilização de novas estratégias online e de gestão de redes sociais, vão continuar em grande. Não há por onde fugir, tem de começar já a preparar os seus planos de marketing! 2021 é um ano de crescimento e desenvolvimentos interessantes.

Confira ao longo deste artigo, plataforma por plataforma, sobre o que está para chegar no mundo do marketing digital!

Facebook

1.FERRAMENTAS DE SHOPPING

As vendas online serão o foco principal do Facebook no próximo ano.

A introdução de lojas no Facebook e Instagram, veio simplificar o processo de construção de uma loja online nas plataformas digitais mais utilizadas.

Isso dará a cada empresa a oportunidade de construir rapidamente a sua própria montra digital, com opções de apresentação úteis e familiares, e ferramentas de pagamento simplificadas, estimulando uma nova onda de negócios online.

Fique atento também a um maior desenvolvimento de opções de compra e promoção de transmissões ao vivo (diretos), bem como novas integrações de comércio online dentro do Facebook Watch.

 

2.FUSÃO DE MENSAGENS

Sim, o Facebook está a trabalhar na fusão das 2 apps de mensagens (Facebook + Instagram). Ou talvez 3, é possível que também se junte o WhatsApp.

Esta nova função facilitará novas oportunidades para os negócios online: mais formas de executar campanhas de anúncios em plataformas cruzadas e de expandir as suas oportunidades.

Basicamente, tornar-se-á mais fácil para as marcas expandirem as suas campanhas e funções, ampliando o seu potencial, sendo que poderá ter as mensagens de numa só app.

Instagram

O Instagram e a integração de novas ferramentas de negócios online parece destinada a levar o seu potencial a uma nova estratosfera.

Mas, ao mesmo tempo, alguns sugeriram que com a criação do IGTV, Reels e compras começaram a tornar confusa uma app que antes era simples e focada em fotografia.

Claro, o Instagram está muito além das suas raízes iniciais agora, será que vai ultrapassar o limite em 2021?  

 

1.COMPRAS IN-STREAM

O comércio online é obviamente o grande foco do Instagram, com uma nova guia de loja e recursos dedicados e alinhados para facilitar o comportamento de compra e torná-lo mais imediato.

O Instagram continuará a desenvolver as suas ferramentas de loja a fim de encorajar ainda mais o comportamento de compra habitual – espere que o Instagram adicione a compra avançada com um clique, novas ferramentas de teste de RA (realidade aumentada), com base nas suas opções de compras de RA existentes e tags de vídeo para produtos, oferecendo mais formas de as empresas e criadores facilitarem a compra direta.

O Instagram já é o sítio onde muitas pessoas vão para descobrir novos produtos e marcas, as suas opções de compras avançadas podem abrir toda uma janela de novas possibilidades.

instagram shopping in stream
2.FEED SEM PUBLICAÇÕES

Com a popularidade contínua das Histórias, espera-se que o Instagram experimente uma nova abordagem de feeds em 2021, com alguns utilizadores configurados para abrir um feed de Histórias, semelhante ao de vídeo do TikTok.

Isso significará que o feed principal do Instagram perderia o foco e se tornaria um elemento secundário. Mas não espere que o Instagram faça isso para todos. Em vez disso, o que o Instagram poderá tentar fazer é alinhar o feed da página inicial com as preferências individuais do utilizador, com a opção de voltar ao que era se quiser.

Por exemplo, se como utilizador visualiza muito as Histórias, o Instagram pode mudar para um feed inicial de Histórias, com a opção de voltar para o feed normal de publicações, se assim preferir.

Alguns utilizadores podem abrir para um feed de Reels em vez das histórias e alguns para com um feed de loja. Em vez de forçar todos os utilizadores a um novo feed, o Instagram pode procurar fornecer opções diversas e personalizadas, o que pode ajudar a aumentar o envolvimento dentro de cada elemento.

Twitter

Mesmo depois de todos estes anos, ainda é difícil dizer o que é o Twitter, quais são os seus principais pontos fortes e como irá crescer no futuro. Porque apesar da popularidade contínua da plataforma, o Twitter permanece praticamente inalterado, sem grandes inovações ou atualizações que alteraram a forma como as pessoas usam esta ferramenta.

Claro que, tornou os tweets mais longos em 2018 e foi testado em streaming ao vivo, Moments e tweets de áudio, entre várias outras opções. Mas nenhum deles realmente “pegou”.

O Twitter, no seu todo, permanece o que era no início – um fluxo em tempo real de atualizações curtas e precisas, ótimo para se manter atualizado com as informações mais recentes e popular entre os mais jovens em Portugal!

Então, mas afinal, como pode o Twitter evoluir para além do que já é? Provavelmente é seguro dizer que não veremos nenhuma grande mudança ao longo dos próximos 12 meses.

1.ESPAÇOS DE ÁUDIO

O Twitter está a trabalhar no “Audio Spaces” oferecendo aos utilizadores uma outra forma de interagir.

O que, como tweets de áudio, será interessante por um tempo, mas, novamente, é improvável que se torne um recurso transformador nesta plataforma.

Claro que não precisa ser para fornecer um determinado valor funcional, mas o “Audio Spaces” ainda parece limitado, mesmo com baixas expectativas. Ainda assim, será algo para experimentar e, dados os desenvolvimentos recentes, parece que estará disponível no início de 2021. Só não sabemos se será em todos os países ao mesmo tempo, provavelmente não.

 

2.FOCO NO TÓPICO

O Twitter também está à procura de expandir o seu potencial de engajamento, fornecendo aos usuários mais recomendações de tópicos para seguir nos seus feeds, em vez de perfis.

Em 2021, não seria surpreendente ver o Twitter dar um passo à frente e adicionar espaços de tópico, onde irá reunir tweets relevantes sobre um determinado tópico, numa página ou uma secção destinada para este fim.

 

TikTok

TikTok fez uma viagem à velocidade da luz em 2020. Esta ferramenta de vídeo de formato curto passou de 500 milhões de utilizadores em dezembro de 2019 para perto de um bilião hoje e, apesar de enfrentar proibições, restrições, acusações de censura, passando por revisões de segurança a nível global. Apesar de tudo isso, o TikTok continuou a avançar e agora parece que vai avançar para o próximo nível em 2021.

E pode ser uma ferramenta importante a incluir, se não incluiu já, na sua estratégia de marketing digital para 2021.

1.FOCO NO ECOMMERCE

Como a maioria das outras plataformas, o TikTok também fará do comércio online um foco em 2021 – embora, no caso do TikTok, seja um pouco mais urgente.

O TikTok precisa encontrar mais formas de garantir que os seus principais criadores sejam pagos, caso contrário, irão para outras plataformas onde possam ter lucro com a criação de conteúdos.

tiktok ecommerce

LinkedIn

E, por último, temos o LinkedIn. Que pode não ser tão interessante quanto algumas das outras plataformas, mas continua a ser uma plataforma de conexão fundamental para muitas empresas.

O LinkedIn ultrapassou os 700 milhões de utilizadores em 2020 e continuou a ver ‘níveis record de engagement’, que parecem destinados a aumentar após a pandemia. O LinkedIn está numa posição forte, como a principal plataforma para profissionais e é muitas vezes utilizado na Gestão de Redes Sociais para B2B.

1.SECÇÃO DE VÍDEO

Como acontece com todas as plataformas, o vídeo é o tipo de conteúdo mais envolvente no LinkedIn, com os utilizadores do LinkedIn cerca de 20 vezes mais dispostos a partilhar um vídeo na plataforma do que qualquer outro tipo de publicação. Desta forma, faz sentido para o LinkedIn criar uma secção exclusiva de vídeo, que colocará mais foco no conteúdo de vídeo profissional, por setor, e irá fornecer mais oportunidades para os criadores criarem reconhecimento e presença do seu negócio.

Se o LinkedIn oferecer um espaço dedicado para mostrar os seus melhores criadores de conteúdo de vídeo, também poderá fornecer anúncios, dando-lhes mais incentivo para continuar a publicar. Isso poderia criar muito mais conteúdo de vídeo profissional adicionado à plataforma, aumentando ainda mais o engagement.

O LinkedIn não fez do vídeo um grande foco ainda, mas com a categorização de tópicos aprimorada (através de hashtags) e opções de vídeo em evolução, faz sentido para o LinkedIn, eventualmente, também fornecer um espaço de vídeo dedicado.

2.NOVOS INSIGHTS DE DADOS

O LinkedIn tem o maior banco de dados profissional e de carreiras de sempre, o que lhe dá acesso a uma série de perceções aprofundadas sobre como as carreiras das pessoas progrediram, para quais funções as pessoas mudaram ao longo do tempo, como isso se relaciona com os interesses em comum, entre outros.

Esse é um dos principais pontos fortes da plataforma e, em 2021, pode esperar que o LinkedIn destaque ainda mais a sua correspondência de dados para fornecer mais insights, de forma a ajudá-lo a orientar para qual for o seu plano, progressão de carreira por exemplo.

O LinkedIn já deu um passo recente nessa direção com sua ferramenta Career Explorer, que destaca caminhos de carreira em potencial com base nas habilidades que cada utilizador possui.

3.LIVES NAS HISTÓRIAS DE LINKEDIN

Vamos admitir, o LinkedIn Stories continua um pouco chato – não é nada importante, nem é uma grande distração. Na verdade, é interessante ver algo diferente e a seguir as tendências nesta ferramenta, embora as próprias histórias tendem a ser bastante leves, ainda com poucas opções de funcionalidades diferentes.

Mas, assim como no Instagram, e em linha com um foco mais amplo em conteúdo de vídeo, é possível que o LinkedIn adicione streaming ao vivo na sua ferramenta Stories.

Mas será que fará diferença? Provavelmente não, mas a capacidade de partilhar vídeos ao vivo de eventos, no topo dos feeds dos seguidores, pode ser uma atualização significativa para muitos negócios e pessoas singulares.

Conclusão

Esperamos que tenha sido útil este guia de tendências ao nível de redes sociais para o ano de 2021!

Mantenha-se atento às mudanças que possam ocorrer nas redes sociais e mantenha a sua estratégia de marketing digital atualizada e com espaço para alterações. Estar um passo à frente dos seus concorrentes é fundamental!

Precisa de uma equipa especializada que esteja sempre dentro das últimas tendências?
Contacte-nos para mais informações, ou Peça o seu orçamento personalizado e deixe-nos ajudá-lo a ter sucesso com o marketing digital!
Share on facebook
Partilhar
Share on linkedin
Partilhar

Artigos Relacionados

facebook marketing
facebook

Facebook Marketing

Domine o Facebook Marketing Descubra como dominar o facebook marketing

tudo sobre funil de vendas
artigos

Tudo sobre o Funil de Vendas

Sabe o que é um funil de vendas? Descubra quais as vantagens de utilizar um no seu negócio!